OPINIÃO

Produtos exclusivos: a importância de receitas elaboradas exclusivamente para o seu público

Escrito por Tiago Ishikawa
30 de julho de 2018

O mercado de pães no país é enorme.

Hoje as padarias tradicionais dividem espaço com as “bakerys” e pequenos “ateliers virtuais” de pães artesanais, que na sua grande maioria são formados por uma “nova geração de padeiros” que trabalham com pães de fermentação natural.

Se você é um apreciador de boa comida ou mesmo trabalha no meio e é usuário do Instagram, já reparou na quantidade de fotos de “sourdoughs” postadas todos os dias. São pães, pães e mais pães. Uns bonitos, outros nem tanto, a maioria fermentados em bannetons, ficam todos com a “mesma cara”, diferenciando-se ora pela receita, ingredientes, tempo de fermentação, texto poético na descrição e diversas outras formas de chamar a atenção.

Essa é a maneira que muitos encontraram para vender suas fornadas e vem funcionando muito bem. Claro, quem busca por esses pães na rede já conhece um pouco do produto e já sabe o que esperar quando seu pão chega em casa. Alvéolos, acidez, miolo gelatinizado, casca crocante, aroma diferenciado são algumas das características dos pães que usam levaine tem a sua fermentação estendida por mais horas que os produtos da panificação habitual da maioria dos brasileiros.

Passei os últimos dias em uma consultoria no Recife, onde os pães de fermentação natural ainda são novidade para a grande maioria. Os nordestinos, como a grande maioria dos brasileiros, têm o costume de comprar o pão francês. O consumo se dá geralmente no café da manhã e jantar ou como acompanhamento de pratos em bares e restaurante.

Meu desafio era criar uma receita para chamar a atenção do público geral, que estimulasse conhecer a nova loja e os demais pães que não usaram apenas levaine sim diversos outros pré-fermentos e técnicas que apuraram o seu sabor, sem uso de produtos artificiais e químicos.

Foi assim que criei para a PachaMama pães y Café uma linha de “pães regionais” onde trabalhamos com sabores familiares e ingredientes tradicionais pernambucanos.

Os três produtos foram:

Broa de fubá com coco queimado e mel, Pão de Jerimum com gergelim e o Cartola Roll que foi a grande sensação na pré-inauguração para convidados.

cartola roll

O Cartola Roll, foi inspirado na tradicional receita nordestina.

A banana caramelizada com manteiga açúcar e canela, cobertos com queijo coalho assado agora são envoltos por um brioche macio e amanteigado.

Sim, trabalhei em cima das preferências nacionais. Pão macio, doce e recheado, e vem gerando grande curiosidade entre os moradores do bairro e fazendo com que novos clientes experimentem os outros pães.

Caso você ainda encontre dificuldade em introduzir os seus produtos no mercado, pense em uma receita diferenciada, exclusiva que seja algo que só você tenha (mesmo que em um primeiro momento) e permita sua marca se aproximar do seu público.

Com certeza isso ajudará no crescimento do seu negócio.

Forte Abraço!

AVISO LEGAL | DISCLAIMER Todas as OPINIÕES não expressam particularmente a opinião do MMB e/ou empresas associadas, mas tão somente de quem as escreveu/emitiu. Para maiores informações, consulte também Termos de Uso do MMB.


Massa Madre News


DIA

Dia Mundial do Pão
Uma crônica em homenagem ao pão
Eugênia Pickina

2019

Alimentação fora de casa 2019: 8 tendências para seu negócio
Massa Madre Blog

CURIOSIDADES

6 razões para escolher produtos orgânicos e encantar os clientes
Massa Madre Blog

COOKIES

Produtos de padaria: veja 4 itens que não podem faltar!
Massa Madre Blog

CURIOSIDADES

Afinal, quanto custa abrir uma padaria?
Quanto custa abrir uma padaria? Será que vale mesmo a pena investir nisso? A resposta para essas e outras perguntas você encontra neste artigo. Aproveite o conteúdo e boa leitura!
Massa Madre Blog