PÃO
SAÚDE
PADARIA
PANIFICAÇÃO
KNOW HOW

Afinal, o pão é saudável? Descubra aqui!

07 MARÇO,2017

 

Tidos como vilões da boa alimentação contemporânea, o glúten e o carboidrato vêm sendo retirados das refeições erroneamente. Nessa esteira, os pães são frequentemente vistos como alimentos prejudiciais à saúde, por trazerem os dois elementos. 

 

Diferentemente do que dizem todas as teorias radicais, o pão é um alimento saudável, composto por nutrientes, proteínas e minerais essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo. Seja feita de farinha branca ou base integral, a iguaria é uma amiga da boa mesa. 

 

Quem é bom de garfo sabe que cada pão é adequado para um acompanhamento ou ocasião. Não é à toa que o alimento milenar faz parte da culinária típica de diversos lugares do mundo, da América à Oceania.

 

Para derrubar esse falso mito, apresentamos diversas razões para você adotar de vez o pão saudável para o seu organismo. Acompanhe! 

 

Perca peso pelos motivos certos

 

A maioria das pessoas que subtraem o pão da rotina está em busca da perda de peso. No entanto, se não há ingestão da quantidade suficiente de carboidrato, o que se perde (em vez de gordura) é água.

 

Para cada grama de carboidrato contido no corpo, é produzido de três a quatro vezes este peso em água. Como são armazenados em forma de glicogênio, ao cortá-los, sua reserva passa a ser consumida.

 

Como tudo na vida, usar o que está reservado não é benéfico para a saúde, podendo trazer alguns efeitos colaterais indesejados como, por exemplo, a perda de massa magra em maior número do que a de tecido adiposo. Esse é também um bom motivo também para você começar a se exercitar. 

 

Pare de se sentir cansado

 

Quem já tentou alguma vez fazer uma dieta cortando os carboidratos provavelmente sentiu uma queda de energia ao longo do dia. Isso porque o não consumo do nutriente gera um efeito dominó no seu corpo. 

 

Responsável por dar energia para as células, a substância é um componente mais do que necessário no consumo diário. Os pães integrais de verdade estão repletos também de ferro, vitaminas do tipo B e magnésio, que funcionam como um combustível para o organismo. 

 

Para manter o nível de energia ideal para as atividades do dia, as células precisam ingerir esses nutrientes. Caso contrário elas entram em desaceleração, retardando os reflexos e a aprendizagem, podendo até mesmo afetar a memória.

 

Evite a “gripe" do não carboidrato

 

Quando há uma diminuição na ingestão de carboidrato, passa-se a consumir glicogênio de forma excessiva, o que pode até levar ao esgotamento da substância.

 

Alguns sintomas do gasto dessa reserva podem ser observados com manifestações bem semelhantes às da gripe: fraqueza, tontura, insônia, boca seca, mau hálito, enjoo e confusão mental. 

 

Como o corpo é uma máquina muito preparada para lidar de modo adaptável com diversas situações, ele pode se acostumar com a não ingestão de carboidrato após um tempo. Mas isso não quer dizer que ele estará satisfeito com a nova dieta. 

 

Proteja seu coração

 

Não há como falar de pão de modo generalizado — há que se levar em conta a variedade de tipos que existe no mercado brasileiro. De fato, o pãozinho francês, bastante consumido por aqui, contribui para aumentar o risco de ocorrência de diabetes e doenças coronárias.

 

Já os pães integrais são ricos em fibras, o que gera muitos benefícios para a saúde. Eles colaboram para o equilíbrio do colesterol e a diminuição de acidentes vasculares, diabetes e doenças do coração. 

 

Não custa lembrar que quanto mais caseiro, mais o produto vai conservar suas propriedades. Saiba quais são as diferenças entre os pães industriais e artesanais e balanceie os riscos para a sua saúde. Esse pode ser um bom impulso para começar a colocar a mão na massa

 

Traga seu bom humor de volta

 

Uma coisa que quase ninguém sabe é que os carboidratos também são ótimos para aumentar as taxas de serotonina no corpo. A substância é conhecida como o “elemento da alegria”, que provoca o sentimento de felicidade e bem-estar nas pessoas.

 

Quem apresenta um quadro de instabilidade emocional e depressão deveria saber que a iguaria pode ser uma excelente amiga no combate à tristeza. Assim como o chocolate, um bom pão pode curar frustrações e devolver a alegria com bastante sabor.

 

Tenha uma fonte de energia com a inclusão do pão saudável nas refeições

 

Quem é praticante de qualquer atividade física pode ter um impacto considerável ao deixar o carboidrato de lado. Se você espera resultados satisfatórios no treino, é aconselhável, inclusive, comer pão regularmente antes da prática dos exercícios. 

 

Quando se está em atividade, o corpo precisa ter algo para queimar. Caso contrário, consumirá rapidamente as energias, fazendo aparecer a sensação de cansaço e falta de força ou disposição.

 

Para manter a energia em bom nível, continue consumindo o pão, mas em quantidades moderadas. Nesse caso, o produto mais indicado é feito com farinha branca, que melhor contribui para quem precisa de energia rápida.

 

Saiba que a melhor dieta é a moderação

 

Em vez de cortar radicalmente o pão da sua mesa, o ideal é consumi-lo com consciência. A perda de peso por meio de dietas que suprimem nutrientes não é saudável.

 

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, comer de modo irregular engorda mais do que a ingestão de açúcares e carboidratos em doses saudáveis. O ideal é combinar uma reeducação alimentar com a prática de atividades físicas.

 

É importante lembrar que comer pão à noite ou de dia não faz diferença. Inclusive ele pode compor lanches noturnos gostosos e saudáveis, como sanduíches magros com vegetais e legumes. O indicado é ter sempre uma pequena fonte de carboidrato em todas as refeições. 

 

Adote o pão mais indicado para o seu estilo de vida 

 

Para quem vai retomar a dieta com os pães, é aconselhável saber qual tipo faz bem ao seu estilo de vida. Os integrais trazem menor índice glicêmico, sendo indicados àqueles que procuram perder peso com saúde, equilibrar o colesterol e regular a diabetes. 

 

Já os de farinha branca podem ser consumidos sem culpa por quem precisa de altos níveis energia, como atletas, esportistas e crianças. Para facilitar a absorção de açúcar pelo corpo, basta consumi-los sem o acompanhamento de gordura, substituindo a manteiga por queijo cottage, tahine, mel ou outro alimento de baixa caloria. 

 

Assim como os pães integrais e brancos são diferentes, os industriais e artesanais trazem muitas peculiaridades. Procure saber sempre a procedência de tudo o que você come, além de todos os valores nutricionais. 

 

O pão saudável para a sua alimentação é aquele que melhor se encaixa no seu modo de vida. Não deixe de compartilhar este conteúdo nas redes sociais (Facebook e Instagram) e esclarecer também as dúvidas dos amigos!

 



< ANTERIOR
VOCÊ VAI GOSTAR
PRÓXIMA >