PANIFICAÇÃO
ARTESANAL
INDUSTRIAL
PÃO
MASSA MADRE
KNOW HOW

Panificação artesanal e industrial: entenda as principais diferenças

31 JANEIRO,2017

 

Saborear um pão quentinho ao acordar é uma das melhores delícias da vida, não é verdade? Aliás, a qualquer hora do dia, esse alimento é bom e faz parte de momentos especiais à mesa.

 

Mas, além disso, você sabia que podemos dividir a fabricação do pão em panificação artesanal e industrial? A forma industrial tem foco na produção de pães embalados e congelados, ao passo que o processo artesanal visa a venda diretamente ao consumidor.

 

Leia este post e conheça agora mesmo as principais diferenças que existem entre a panificação artesanal e a industrial:

 

A panificação artesanal

 

A produção e a venda de produtos relacionados aos alimentos artesanais estão em alta nos dias atuais. Não estamos falando de uma padaria convencional, em que as pessoas vão apenas para fazer a compra básica de pão, mas sim de um lugar que demonstra ser um ambiente caseiro.

 

Observe as vantagens desse tipo de empreendimento:

 

A estrutura de uma padaria artesanal

 

Normalmente, a padaria artesanal é como uma padaria comum, contudo, seu diferencial é o local de consumo dos produtos oferecidos. Assim, é fundamental ter um bom espaço, com mesas e cadeiras, para que os clientes se acomodem.

 

Além disso, a panificadora deve ser composta por uma cozinha, por um local de exposição e por banheiros. A decoração artesanal também é importante, uma vez que os comerciantes desse ramo preferem um ambiente diferenciado. O tema rústico, representando a tradicional padaria brasileira, costuma ser imbatível.

 

Não é preciso dizer que o atendimento e que a localização sejam bons, certo? O ideal é que o estabelecimento fique em um lugar de fácil acesso, como em uma avenida movimentada.

 

As vendas da panificadora

 

A diversidade de produtos tende a atrair muitos consumidores que buscam algo diferenciado. Na maioria das vezes, são itens produzidos de forma caseira e com muita delicadeza, sempre pensando em satisfazer um público bastante exigente.

 

Normalmente, nesses locais, você vai vender o tradicional pão francês com os itens comuns de uma padaria. Uma das delícias que não podem faltar são os bolos, já que os produzidos de forma caseira são os mais apreciados.

 

A criação de uma padaria artesanal

 

Para montar uma padaria artesanal, comece se preocupando com a decoração interna, a instalação da cozinha, o balcão, os freezers, as mesas e com os outros utensílios que você vai precisar.

 

Contratar pessoas é uma etapa importante. Nesse processo, todo cuidado é pouco, pois o seu empregado precisa se situar com a importância do seu empreendimento e ter domínio suficiente para a produção do que estar por vir.

 

Já os custos vão depender da forma que você quer montar o seu negócio.

 

A divisão das padarias artesanais

 

Podemos dizer que ela se divide em:

  • master;
  • gourmet;
  • express;
  • e especializada, também conhecida como confeitaria ou boutique.

 

As lojas master têm o diferencial da grande variedade de produtos, permitindo ao consumidor muitas opções de compra em um só lugar. As padarias gourmet oferecem alimentos prontos para o consumo. As express focam nos lanches rápidos. Por fim, as especializadas dão ênfase nos produtos de fabricação própria e de altíssima qualidade.

 

O fermento natural

 

Se comparado aos pães industrializados, um pão com fermento natural leva mais do que o dobro do tempo para ficar pronto. Mas vale a pena. O aspecto rústico, com uma casca crocante e o miolo com vários alvéolos irregulares, é a sua marca. Isso sem falar no delicioso sabor levemente azedo, algo que o torna incomparável.

 

Ele é produzido com a mistura da água com a farinha de trigo, e a natureza faz o trabalho da proliferação dos microrganismos presentes na massa com o passar do tempo. Os ingredientes devem ser adicionados diariamente por 7 a 10 dias. Em alguns métodos, são adicionadas frutas, iogurte ou o mel.

 

Os seus benefícios são vários:

  • sabor espetacular comparado ao pão tradicional;
  • índice glicêmico menor;
  • digestão facilitada até para as pessoas que têm sensibilidade ao glúten;
  • maior tempo de armazenagem devido ao ácido acético;
  • aumento do teor de bactérias benéficas ao intestino;
  • melhores nutrientes por causa da complexidade de sua composição.

 

A panificação industrial

 

A panificação industrial ou forma industrial é voltada para o comércio do atacado. A fabricação é a grande produção de pães embalados e congelados, como os panetones, as massas de pizza e vários outros produtos. O público visado por essa indústria são os supermercados, as mercearias e os varejistas em geral.

 

Um dos fatores que contribui para o fortalecimento do pão industrializado é a variedade de formatos e sabores oferecidos, de acordo com cada tipo de consumidor que queira captar.

 

Muitos processos químicos são aplicados aos pães industrializados para manter o sabor, a consistência e até mesmo a coloração. Esse é um dos pontos negativos nesse meio que a indústria alimentar utiliza.

 

Os adoçantes, muitas vezes feitos à base de milho geneticamente modificados, compõem esses produtos por serem mais baratos do que a sacarose, podendo contribuir para o aumento da gordura no fígado e para a elevação da insulina no organismo humano. Os conservantes utilizados causam câncer, e a gordura trans não oferecem nenhum benefício para o consumidor.

 

O melhor investimento

 

A escolha da melhor opção para o seu negócio começa com o tipo de empreendimento que você deseja criar. Na panificação industrial, você pode começar com uma pequena fábrica de produtos de pães ou investir na produção de congelados, pizzas, cookies, entre outros.

 

Contudo, o ramo artesanal é um interessante segmento que cresce consideravelmente no mercado. Uma grande quantidade de pessoas está procurando locais desse tipo para comprar seus alimentos tradicionais do dia a dia.

 

É preciso deixar claro desde a fase inicial do seu negócio que seu objetivo é a produção artesanal, pois isso implica atrair uma quantidade considerável de pessoas desde a abertura da sua panificadora.

 

faturamento médio mensal desse tipo de empreendimento gira em torno de R$ 50 mil. No entanto, ocorrerão meses em que o faturamento ficará aquém do esperado — algo natural para qualquer negócio. Mas há casos em que a média será ultrapassada, como no período natalino, quando as vendas aumentam.

 

Agora que você já conhece as principais diferenças entre a panificação artesanal e a industrial, entre em contato conosco e se aprofunde ainda mais no assunto!

 



< ANTERIOR
VOCÊ VAI GOSTAR
PRÓXIMA >