MARKETING GASTRONÔMICO
PANIFICAÇÃO
PRODUTOS
MMB
KNOW HOW

Marketing gastronômico: como divulgar e apresentar um produto?

30 SETEMBRO,2017

 

É claro que o principal atrativo do seu empreendimento é aquele cheirinho delicioso da comida que você prepara. Mas existem outras estratégias profissionais para seduzir o seu cliente e trazê-lo para saborear as suas receitas: o marketing gastronômico.

 

mercado da gastronomia tem crescido e se fortalecido muito no Brasil nos últimos anos, e os empresários do setor — especialmente os pequenos e médios empreendedores — precisam trabalhar a comunicação para atrair um público cada vez mais exigente.

 

É aí que entra o marketing gastronômico, que aplica uma série de ações bem planejadas para conquistar o freguês e agregar valor ao serviço e produto oferecido. Esse posicionamento faz com que o consumidor perceba mais do que uma troca comercial ao ir até o seu estabelecimento, seja ele um restaurante, bar, padaria ou food truck. Faz com que ele sinta as emoções da gastronomia e os seus desejos realizados.

 

Mas como fazer marketing gastronômico no dia a dia, sem grandes recursos para investir? Basta acompanhar as dicas a seguir e pôr a mão na massa!

 

Participe de eventos locais

 

O maior garoto propaganda do seu estabelecimento é a sua comida. Mostre-a o quanto puder! Eventos locais, como festas e pequenas feiras gourmet no seu bairro, são ótimas oportunidades para começar. Participe daqueles que têm o mesmo público que o seu negócio e capriche na escolha do cardápio. Neste momento, a qualidade é mais importante do que a variedade.

 

Como o espaço de preparo é reduzido, planeje um menu resumido, com uma entrada, um prato principal e uma sobremesa, por exemplo. Cada receita pode ser oferecida separadamente ou em um combo.

 

Fique atento também às condições ambientais e climáticas do evento para que o seu cardápio esteja de acordo com o clima, o espaço ao ar livre (ou não), a duração, entre outros.

 

E lembre-se de que, provavelmente, as pessoas não vão estar tão confortáveis como nas mesas do seu estabelecimento. Por isso, a praticidade para servir e comer é fundamental e o tempo de entrega imprescindível para manter o bom humor da clientela. 

 

Nada pode dar errado neste dia! Se as pessoas gostarem da sua comida nesse momento, elas irão em busca de mais no seu restaurante, pode acreditar.

 

Aposte na geolocalização para se aproximar

 

Existem vários aplicativos como o Google Places, o Swarm e o Instalook para você conferir quem está nas proximidades da sua empresa — e interagir com elas. Perto do horário do almoço ou do jantar (dependendo do seu funcionamento), entre em contato com essas pessoas de forma simpática, apresente o prato do dia ou até mesmo ofereça um desconto ou bebida grátis para que ela escolha o seu restaurante.

 

Outra forma de utilizar a internet a seu favor é se cadastrar nos principais aplicativos de geolocalização, como o iFood e o TripAdvisor. Confirme a sua localização e reivindique a propriedade para se destacar na sua região.

 

E para explorar os recursos das redes sociais, configure o Wi-Fi do Facebook no seu negócio. Dessa forma, os clientes vão ter que realizar o check-in para acessar a sua internet e, hoje em dia, o check-in é uma grande propaganda gratuita.

 

Cuide da imagem

 

Sim, nós comemos com os olhos. Muitos profissionais de cozinha e confeitaria já perceberam o valor de uma boa imagem e têm revolucionado o setor com pratos, bolos e doces que despertam a curiosidade dos clientes. Cores, misturas, ingredientes inusitados e tamanhos por vezes exagerados atraem os amantes da boa comida que vão até o seu estabelecimento só para conhecer aquela receita.

 

Por isso, além de trabalhar a criatividade, é muito importante investir em boas fotografias dos seus produtos, tanto para divulgá-las em campanhas online e offline quanto para ilustrar o seu cardápio.

 

E tenha muito cuidado ao promover uma imagem linda e suculenta, editada nos programas de computador, mas que pouco tem a ver com o produto real. Além de frustrar o cliente, o seu prato pode virar piada nas redes sociais.

 

Integre o digital ao espaço físico

 

E por falar em redes sociais, elas têm grande poder no seu marketing gastronômico. Afinal, diferentes perfis de clientes estão circulando diariamente por elas. Descubra qual é o seu maior público, em qual (ou quais) rede social ele está e aposte na comunicação.

 

Uma das vantagens das redes é que o contato com o seu consumidor é mais direto: você posta um conteúdo e imediatamente ele curte, comenta e você responde, em uma conversa amistosa e eficiente. Outro grande benefício é que os custos são muito baixos ou, em algumas estratégias, nulos. Por isso não há desculpas para não apostar nesse tipo de mídia.

 

Comece anunciando uma promoção, por exemplo. Mas garanta que o seu estabelecimento vai estar pronto para atender os fregueses que chegarem em busca daquela oferta. Não podem faltar ingredientes e o preço deve ser exatamente o divulgado, sem pegadinhas. Se não, mais uma vez, as redes sociais irão se virar contra você — e não há propaganda mais negativa do que um cliente insatisfeito com uma internet na mão.

 

Use o valor agregado para oferecer novos produtos

 

Para manter a clientela interessada, é importante apostar no lançamento de produtos. Seja um novo prato, um ingrediente diferenciado ou uma receita sazonal, utilize as estratégias do marketing gastronômico para anunciá-los e vendê-los. E nesse quesito, uma ação de valor agregado é a mais eficiente.

 

Para lançar uma nova bebida, por exemplo, ofereça em um combo com o prato mais vendido da casa. Ou no lançamento de uma nova receita, faça uma promoção com a sobremesa preferida dos seus clientes.

 

Nessas estratégias, o lucro inicial é menor, mas é facilmente recuperado depois que a novidade for apresentada e se tornar um sucesso.

 

Encante o cliente

 

Com essas dicas, você pode perceber que o marketing gastronômico segue a mesma intenção do marketing tradicional: encantar o consumidor. De nada adianta ir atrás do cliente, fazer propaganda online ou apresentar um belo produto se o seu estabelecimento falhar no relacionamento.

 

Mais do que atender bem (o que é obrigação), ofereça um serviço diferenciado, busque satisfazer uma necessidade específica — como um prato adaptado para um cliente vegetariano ou alérgico a algum ingrediente. Nesse mercado cada vez mais competitivo, é a velha e boa simpatia que ainda faz a diferença. 

 

E você, já aplicou alguma estratégia de marketing gastronômico que foi um sucesso? Divida a sua experiência nos comentários!

 



< ANTERIOR
VOCÊ VAI GOSTAR
PRÓXIMA >