BOLO
NATAL
CONFEITARIA
DOCE
AUGUSTO CARVALHAL DA SILVA
RECEITA

Bolo de Natal Maria L˙cia

21 DEZEMBRO,2016

 

Antes de provar esse bolo, ainda na minha adolescência, eu detestava passas e outras frutas secas. Meus tios estudaram nos Estados Unidos por um período, e trouxeram de lá o hábito deste bolo de frutas natalino. Inicialmente ele era encomendado de lá e vinha por correio. Posteriormente, com o aumento da dificuldade de trazer alimentos e das taxas de importação, minha tia Lúcia começou a fazer o bolo por aqui, todo o Natal. Estimulado pelo sucesso dela, comecei a produzir a minha versão desse bolo de frutas, adaptada ao meu gosto pessoal a partir de uma receita da autora Margareth Costa. Infelizmente a minha tia se foi cedo demais, dois anos atrás, mas continuamos com a tradição de fazer esse bolo de frutas no Natal, que agora carrega o nome dela.

 

Para um bolo grande de 22cm

 

Ingredientes:

 

Frutas secas diversas *                                            1750g

 

Farinha de trigo                                                          300g

 

Manteiga                                                                     300g

 

Açúcar mascavo                                                         300g

 

Casca de laranja ralada                                              1 un

 

Casca de limão ralada                                                1 un

 

Melaço ou mel                                                  1 colher de sopa

 

Ovos batidos                                                              6 un

 

Sal                                                                    1 colher de chá rasa 

 

Mistura de especiarias em pó **               1 colher de chá ou a gosto

 

Noz moscada ou puxuri ralado                          1 colher de chá

 

Cachaça, rum, uísque, xerez ou conhaque        6 colheres de sopa

 

 

*Passas, frutas cristalizadas, nozes, amêndoas, cerejas cristalizadas, damascos, etc, proporção a gosto. Recomendo deixar as passas de molho em rum ou cachaça de boa qualidade por alguns dias antes de começar a receita.

 

**Gengibre, canela, cardamomo, anis, cravo

  

Modo de preparo:

 

Misturar todas as frutas em um bowl, junto com uma colher de sopa de farinha de trigo e misturar bem. Em outro bowl, bater a manteiga com o açúcar mascavo até a mistura ficar mais clara e aerada. Juntar as raspas e o melado. Adicione a seguir os ovos batidos**.

 

Colocar a farinha misturada com o sal e especiarias e rum (ou outra bebida de escolha) suficiente para dar ponto de fita na massa. Depois, adicione as frutas secas e misture delicadamente.

 

Após este processo coloque a massa em uma forma de silicone ou em uma forma metálica revestida com papel antiaderente. O bolo cresce mais no centro, então deixe essa parte central mais baixa, se quiser ter um bolo mais plano no final.

 

A parte de cima da forma pode ser tapada com o mesmo papel antiaderente para evitar que o bolo doure rápido demais, mas isso varia muito de forno para forno. Pessoalmente nunca precisei tapar. Asse 20 minutos em forno pré-aquecido a 170ºC e depois baixe a temperatura para 150ºC e asse mais 40 minutos. Abaixe a temperatura para 140ºC e asse até que um palito espetado no centro saia limpo.

 

A receita original falava em cinco horas de forno no total, mas não me recordo ter assado um bolo dessas mais de duas horas ao todo. Também é possível assar essa mistura em formas menores, como por exemplo, as de bolo inglês, apenas é preciso cuidado com os tempos de assamento que devem ser reduzidos.

 

Depois de sair do forno, o bolo fica uma hora descansando antes de ser retirado da forma. Recomendo embalar ele em filme plástico e guardar dentro de uma lata por alguns dias antes de servir.

 

Eu, pessoalmente, prefiro embalar a vácuo e guardar em local fresco por um mês ou dois antes de servir. Já consumi bolos de frutas conservados assim com mais de um ano de produção e em ótimo estado. Como nosso Natal é no verão, recomendo servir as fatias desse bolo com uma bola de sorvete de creme.

 

*A minha mistura tem predominância de passas ao rum, seguido por nozes, um pouco de frutas cristalizadas e uma quantidade razoável de cerejas, porque adoro encontrar ao menos uma cereja na minha fatia.

 

**Provavelmente a mistura vai talhar nessa etapa. No caso desta receita, isto não é um problema.  



< ANTERIOR
VOCÊ VAI GOSTAR
PRÓXIMA >