fbpx
CURIOSIDADES

Alimentação fora de casa 2019: 8 tendências para seu negócio

Escrito por Massa Madre Blog
15 de outubro de 2019

De fato, a sociedade como um todo está passando por momentos de intensa transformação, e com isso os hábitos dos brasileiros também mudam. Isso inclui a forma com que nos comunicamos, realizamos atividades diárias, trabalhamos e até com que nos alimentamos.

O mercado precisa acompanhar essas mudanças, uma vez que elas geram uma nova demanda para as empresas que atuam no setor alimentício. Nesse sentido, estar por dentro das tendências de alimentação fora de casa é essencial para que o seu negócio se mantenha competitivo.

Então, quer saber quais são essas tendências? Continue esta leitura para descobrir!

1. Produtos light e saudáveis

Se, há algum tempo, comer fora de casa era uma exclusividade de finais de semana ou momentos especiais, o ritmo de vida acelerado da atualidade exige que as pessoas façam mais refeições fora. Assim, no lugar de pratos gordurosos e com poucos nutrientes, acabam ganhando espaço entre os consumidores os produtos light e que viabilizam uma alimentação mais saudável.

Investir nesse tipo de mercadoria é uma ótima forma de atrair o público ao seu negócio. Para agradar e conquistar clientes fiéis, no entanto, é preciso inovar e buscar alimentos e refeições completas, que alinhem sabor, qualidade e nutrição.

2. Autoatendimento

Nossa capacidade para fazer refeições, principalmente nos dias úteis, está cada vez menor. As pessoas não podem mais esperar muito tempo em filas para que os seus alimentos fiquem prontos quando vão comer fora de casa. É aqui, então, que o autoatendimento ganha espaço.

Trata-se, basicamente, da implementação de ferramentas tecnológicas que permitem que os clientes façam pedidos e paguem por suas refeições sem a necessidade de interagir com uma outra pessoa, o que acelera todo o processo. Geralmente, isso funciona por meio de tablets ou telas touch instaladas no estabelecimento, bastando assim que o cliente escolha e retire o seu pedido no balcão.

3. Preocupação com a origem dos alimentos

Quando falamos de alimentação fora de casa, vale lembrar que a origem dos alimentos também é uma preocupação de boa parte dos consumidores atuais.

Busca-se hoje produtos naturais, de preferência frescos e orgânicos, com o mínimo de agrotóxicos possível. Há, ainda, uma valorização crescente de itens que vêm de negócios pequenos ou familiares, em detrimento dos provenientes de grandes indústrias monopolistas.

Por isso, é muito importante consultar os seus fornecedores sobre a origem dos produtos que você utiliza como matéria-prima no seu negócio. Se possível, priorize aqueles que atendem aos critérios dos seus clientes — e não se esqueça de divulgar essa informação, para atrair ainda mais consumidores!

4. Bowls

Outra tendência interessante que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro são os bowls, ou comidas servidas em tigelas. Elas podem ser tanto refeições completas como pequenas porções de petiscos que, além de praticidade, agregam valor devido à sua beleza na hora de servir aos clientes.

Esses bowls têm sua origem em culturas orientais, mas estão ganhando bastante carinho e atenção no ocidente. Para aproveitá-los, você pode criar diversas refeições capazes de serem combinadas entre si, para oferecer bowls completos e personalizados aos seus consumidores!

5. Alimentos artesanais

Como dissemos, muitas pessoas se veem com dificuldade de fazer as próprias refeições em casa, mas isso não significa que elas estão dispostas a abrir mão do gosto caseiro, da “comida de verdade”. E é justamente isso que abre espaço no mercado para os alimentos artesanais!

Os clientes valorizam muito esse tipo de alimento, uma vez que ele une a praticidade da alimentação fora de casa aos vários benefícios de uma refeição caseira. Esse tipo de produto se encaixa, inclusive, no conceito de comfort food — aquela comida que desperta uma sensação nostálgica, de conforto e bem-estar, quando consumida.

6. Pratos customizados

A era do consumo em massa, no qual todas as pessoas desejavam e se contentavam com produtos semelhantes, passou. E isso, obviamente, inclui o mercado da alimentação.

O novo cenário de mercado exige produtos altamente customizados — aqueles que os clientes podem montar e selecionar de acordo com suas necessidades e desejos do momento. É fundamental, portanto, que você implemente pratos e opções que possam ser modificados e personalizados para cada consumidor.

7. Delivery

Comer fora de casa pode significar comer no escritório, na faculdade ou na rua, por exemplo, mas também pode significar conseguir pratos prontos sem ter que prepará-los, mesmo que seja para comê-los dentro de casa. Tudo isso é permitido graças ao delivery no ramo da alimentação.

O que muitos consumidores querem é o máximo de conforto e facilidade para consumir os seus produtos favoritos. Nesse sentido, preferem pedir comida por meio de aplicativos mobile e recebê-la onde estiverem. Justamente por isso, o setor de entregas é uma necessidade de qualquer negócio alimentício atualmente.

Aqui também podemos incluir o conceito de “grab & go”, que se refere não à entrega do produto à casa ou ambiente de trabalho do cliente, mas sim à possibilidade de ele fazer o pedido (utilizando aplicativos ou mesmo no balcão) e utilizar a loja apenas para retirar esse alimento, que será consumido em um outro local.

8. Fast casual

Os negócios fast food ganharam tanto espaço graças à agilidade da sua produção e entrega de alimentos, além da facilidade do consumo, por parte dos clientes. Eles pecam, porém, ao oferecer produtos pouco saudáveis e com preços nem sempre acessíveis — especialmente quando se fala em clientes que precisam realizar uma ou duas refeições diárias fora de casa.

Surge, então, o conceito de fast casual. A ideia é unir o melhor dos dois mundos: a rapidez e a praticidade dos fast foods à qualidade e à nutrição, para agradar todos os gostos!

Enfim, como dissemos, estar atento às tendências de alimentação fora de casa é essencial para que o seu negócio se mantenha atualizado. Agora, implementando estas dicas, você poderá atender às demandas dos seus clientes com excelência e ainda criar um diferencial competitivo para o seu negócio. Aumentando, assim, a sua taxa de atração e fidelização de clientes, e potencializando os lucros.

Gostou da leitura? Agora, por falar em lucro, que tal conferir também estas estratégias eficientes para aumentar a lucratividade da sua padaria?


Massa Madre News


CURIOSIDADES

6 razões para escolher produtos orgânicos e encantar os clientes
Massa Madre Blog

COOKIES

Produtos de padaria: veja 4 itens que não podem faltar!
Massa Madre Blog

CURIOSIDADES

Afinal, quanto custa abrir uma padaria?
Quanto custa abrir uma padaria? Será que vale mesmo a pena investir nisso? A resposta para essas e outras perguntas você encontra neste artigo. Aproveite o conteúdo e boa leitura!
Massa Madre Blog

BRANDING

Manual de identidade: um guia de branding para sua padaria
Quer saber como constituir a marca da sua padaria? Confira os pontos importantes neste artigo.
Massa Madre Blog