PÃO DE HAMBÚRGUER
PANIFICAÇÃO
SANDUÍCHES
KNOW HOW
MMB

7 tipos de pão de hambúrguer que você precisa conhecer

11 SETEMBRO,2017

 

Provavelmente você já deve saber que existem diversos tipos de pão de hambúrguer, não é verdade? Utilizado especialmente em hamburguerias, esse é um alimento indispensável na preparação de sanduíches. Ele serve tanto como uma base de carboidrato para o prato, quanto para harmonizar com os sabores dos demais ingredientes, tornando o lanche ainda mais saboroso e, até mesmo, visualmente mais bonito e apetitoso.

 

Elaboramos este artigo para apresentar quais são os tipos de hambúrguer que você precisa conhecer. Vale enfatizar que, ao contrário do que muitas pessoas acreditam, não existe somente um tipo, mas diversos pães que podem ser usados e que combinam com a proteína e com a tradição do lanche. Continue a leitura e saiba mais!

 

1. Pão de hambúrguer americano

 

Considerado o mais tradicional dos pães, é o clássico das hamburguerias em geral, principalmente do fast food. Normalmente, a massa é fermentada e composta de farinha de trigo, fermento biológico, sal, açúcar, água (ou leite) e um elemento gorduroso, como a manteiga ou óleo. Quase no final da preparação, antes dos pães serem assados, também é adicionado um pouco de gergelim na superfície da massa já moldada.

 

O resultado é um pãozinho bem neutro de sabor, levemente dourado, macio e com a superfície lisa. Combina muito bem com as receitas mais básicas de hambúrguer, que inclui a proteína (na maioria das vezes, o hambúrguer de carne bovina), o queijo muçarela e a salada de alface e tomate. Também é possível adicionar elementos que possam oferecer mais sabor ao sanduíche, como bacon crocante, picles e molhos.

 

2. Pão italiano

 

Caracterizado por ter uma casca mais grossa, mas com um miolo de extrema maciez, o pão italiano normalmente é feito de um jeito mais caseiro e rústico. Originalmente, o seu tamanho é bem maior do que um pão de hambúrguer tradicional, no entanto, ele pode ser moldado para ser usado em hamburguerias.

 

Para preparar a receita, é preciso farinha de trigo, malte, fermento biológico, levain, sal e água morna. Quando a massa já estiver fermentada, moldada e pronta para ir ao forno, faz-se dois riscos superficiais em formato de uma cruz, caracterizando o autêntico pão italiano.

 

O hambúrguer com esse tipo de pão fica incrível com salada de rúcula, um queijo mais saboroso, como o gruyère e o emmental, tomate e a proteína, preferencialmente feita ao ponto e com uma altura maior para ficar bem suculenta.

 

3. Brioche

 

O brioche é de origem francesa. Possui uma crosta bem dourada é feito com os mesmos ingredientes do pão tradicional, contudo, é acrescido de ovos e de uma quantidade maior de manteiga (principalmente em seu interior).

 

Durante a preparação, a massa fica brilhante e pegajosa, porém unida. Ela deve fermentar por um longo período na geladeira, depois deve ser retirada, moldada e novamente deve fermentar — mas por um tempo menor e, dessa vez, em temperatura ambiente. Antes de ser assada, também é indicado passar uma gema de ovo na superfície, oferecendo um dourado intenso e bonito.

 

Para usar o pão em um hambúrguer, é indicado tostá-lo em uma frigideira com um pouco de manteiga. Recheios com molho agridoce (como geleia de pimenta e geleia de tomate), queijo, bacon e proteína bovina tornam o lanche incrível.

 

Ainda é válido mencionar que, em comparação com os demais pães, o brioche é extremamente saboroso e por isso tem sido bastante utilizado na preparação de hambúrgueres gourmets.

 

4. Pão australiano

 

Com um sabor marcante e uma aparência impactante, o pão australiano possui uma coloração escura, uma casca crocante, um interior macio e um leve adocicado. Deve ser feito com uma mistura de farinha de trigo, cacau em pó, fermento biológico, açúcar mascavo, manteiga, sal, mel e água. Vale citar que antes de levá-lo ao forno é indicado passar fubá fino em toda a superfície da massa, oferecendo um aspecto mais rústico ao produto.

 

Por ser um pão de sabor mais intenso, o ideal é criar hambúrgueres diferenciados e que possam agregar ainda mais sabor. Algumas opções são: hambúrguer feito com costela, onion rings, barbecue picante, bacon e salada de alface e tomate.

 

5. Pão de azeite

 

Com um aspecto rústico, um miolo macio e com a adição de azeitonas na massa, o pão de azeite é ideal para preparar hambúrgueres com a carne de linguiça, acompanhado de queijo, uma geleia picante e uma salada de rúcula.

 

Na massa vai açúcar, azeite, farinha, sal, ovos, fermento, água, levain e, claro, as azeitonas picadas. Embora esse pão ainda não seja uma opção muito comum, preparações feitas com ele ficam bem bonitas e com sabores inigualáveis.

 

6. Pão de cebola

 

Macio, saboroso e aromático, o pão de cebola é superversátil e fica incrível na preparação de hambúrgueres de frango com salada de alface e tomate, maionese e queijo. Com uma casca mais firme e com um miolo macio, a receita é feita com farinha de trigo, fermento biológico, creme de cebola (ou cebola triturada), sal, açúcar, leite, ovos e óleo.

 

7. Ciabatta

 

Rica em sabor, textura e aroma, a ciabatta normalmente é um pãozinho retangular, com um miolo úmido e aberto e uma casca fina e bem crocante. Embora existam várias maneiras de prepará-la, uma receita que oferece um bom resultado só é constituída de farinha de trigo, sal, fermento biológico, azeite, levain e água.

 

Depois que a massa já tiver sido preparada da maneira adequada e passado pelo devido processo de fermentação, ela deve ser moldada, descansar novamente por um curto período e posteriormente ser colocada para assar.

 

Assim como o americano, a ciabatta é bem versátil e pode ser usada na preparação de vários tipos de hambúrguer. Uma boa opção é usar rúcula, hambúrguer de soja, muçarela de búfala, tomate e abobrinha grelhada com ervas.

 

Agora que você viu alguns dos principais tipos de pão de hambúrguer, não se prenda somente ao clássico e busque outras opções. É válido falar que, nas receitas, a fermentação natural pode ser utilizada, oferecendo aromas e sabores ainda mais intensos e um resultado surpreendente.

 

Se você gostou do nosso post, veja quais são os principais tipos de cortes para pães. Até a próxima!



< ANTERIOR
VOCÊ VAI GOSTAR
PRÓXIMA >