OPINIÃO

Sabores Amazônicos na Panificação Brasileira

Escrito por Paulo Henrique Chaves
27 de setembro de 2016

É notório a expansão da tão famosa e exótica culinária paraense pelo Brasil. Através do intercâmbio de renomados chefs que visitam o estado do Pará e o de chefs paraenses que viajam levando o sabor do Pará para o conhecimento do mundo gastronômico. Esses sabores estão cada vez mais se tornando conhecidos e despertando também a curiosidade de muitos apreciadores da boa gastronomia.

Produtos como o caldo Tucupi (extraído da mandioca), a erva chamada Jambu, o fruto Cupuaçu e Bacuri agora não são mais ingredientes encontrados apenas no norte do país.

A panificação não poderia ficar de fora dessa tendência de globalização da gastronomia regional. Esse sabor nortista que traz a verdadeira origem da gastronomia de raiz brasileira, pois ela é originária da culinária indígena, índios do Norte do país, com seus saberes sobre a ervas, animais e frutos amazônicos.

Incorporar esses ingredientes amazônicos às tradicionais receitas de pães ou mesmo criar produtos para vender em padarias e confeitarias é um diferencial, digo mais, traz uma valorização da nossa culinária e um sabor inigualável, proporcionando uma nova experiência ao paladar do cliente.

Porque utilizar produtos europeus, se podemos explorar o que temos de mais rico em nosso próprio país e tão valorizados por grandes conhecedores da gastronomia mundial?

O acesso a esses produtos ainda é difícil, mas acredito que cada vez que a procura aumentar e for difundida, haverá uma aproximação em o produto e o consumidor de outras regiões do país.

Aqui no Pará usamos as ervas, Jambu (aquela que dá um tremor na boca) Chicória, Alfavaca no preparo de pães rústicos ou focaccias. Doce do cupuaçu, bacuri, açaí para tortas, mousse e pães também. A carne de Pato e até mesmo o tucupi para preparar empadas, risoles, quiches e recheio de pães.

Esses são apenas alguns exemplos, mais ainda temos a Priprioca, Cumaru, Castanha-do-Pará, Pupunha, Tucumã, Uxi, Bacaba, Murici, Taperebá, flocos de tapioca, essas são algumas das opções encontradas na grande feira do Ver-o-peso, em Belém do Pará.

O que não falta são opções, depois é só deixar a criatividade e talento para criar produtos diferenciados para o seu público sem esquecer das nossas riquezas.

AVISO LEGAL | DISCLAIMER Todas as OPINIÕES não expressam particularmente a opinião do MMB e/ou empresas associadas, mas tão somente de quem as escreveu/emitiu. Para maiores informações, consulte também Termos de Uso do MMB.


Massa Madre News


DIA

Dia Mundial do Pão
Uma crônica em homenagem ao pão
Eugênia Pickina

2019

Alimentação fora de casa 2019: 8 tendências para seu negócio
Massa Madre Blog

CURIOSIDADES

6 razões para escolher produtos orgânicos e encantar os clientes
Massa Madre Blog

COOKIES

Produtos de padaria: veja 4 itens que não podem faltar!
Massa Madre Blog

CURIOSIDADES

Afinal, quanto custa abrir uma padaria?
Quanto custa abrir uma padaria? Será que vale mesmo a pena investir nisso? A resposta para essas e outras perguntas você encontra neste artigo. Aproveite o conteúdo e boa leitura!
Massa Madre Blog