ALIMENTACAO
SAUDAVEL
FOOD
PATRICIA GALANSINI
KNOW HOW

Tendência de Alimentação – Slow Food

16 AGOSTO,2016

 

Na contramão do Fast Food

 

O movimento Slow Food (comer devagar) defende a refeição saudável e tranquila, seja em casa ou na rua. É uma combinação dos conceitos de sustentabilidade e do comportamento humano baseado no respeito e no amor à própria vida e também ao amor e a natureza. Deixar a ansiedade e os compromissos para depois é realmente ter prazer na refeição.

 

No dia a dia da vida agitada e da falta de tempo para cozinhar, vamos falar aqui da comida honesta e de qualidade, da comida que gera “bem-estar e satisfação”, ou seja o ato de se alimentar tem que ser com prazer e você deve ser capaz de selecionar os alimentos que lhe tragam mais saúde, satisfação, frescor e qualidade nutricional.

 

“COMER É FUNDAMENTAL PARA SOBREVIVER”, afirma o movimento Slow Food precursor do alimento honesto e livre de agrotóxicos. O Slow Food surgiu na Itália, em 1986, fundado por Carlo Petrini e contempla também uma espécie de campanha a favor do uso de alimentos regionais, típicos.

 

A comida é uma grande fonte de prazer presente em um mundo complexo de satisfação fisiológica e emocional. O ato de preparar sua própria refeição com produtos, frescos e simples, tem hoje uma grande relação com as necessidades fisiológicas e com o exercício do gosto pessoal e individual.

 

Sou defensora da Dieta Mediterrânea, estilo de vida que inclui um conjunto de hábitos alimentares que são tradicionalmente adotados pelas pessoas das regiões do mediterrâneo, por incluir peixes, frutas, verduras frescas, azeites e grãos. O Slow Food movimento defendido por inúmeras pessoas no mundo inteiro, demonstra exatamente que melhorar a qualidade da alimentação e arranjar tempo para a saborear, é uma forma simples de tornar o nosso cotidiano mais feliz.

 

Não é por acaso que várias pesquisas indicam que a qualidade de vida de diversos povos no mundo se beneficiam da Dieta Mediterrânea, que tem como grande aliado um estilo de vida mais simples e sem stress.

 

A Dieta Mediterrânea prevê:

  • Um elevado consumo de frutas, legumes, batatas, feijão, castanhas, sementes, pão e outros cereais.
  • O azeite é utilizado para cozinhar e temperar os alimentos.
  • Quantidades moderadas de peixe, e pouca quantidade de carne.
  • Quantidades baixas a moderadas de queijos e iogurtes gordos.
  • Consumo moderado de vinho, nomeadamente às refeições.
  • Dar preferência aos produtos frescos locais, conforme a sazonalidade.
  • Diminuição do uso de sal, privilegiando ervas e temperos frescos.
  • Dieta aliada contra males como o infarto, o câncer, o derrame e a obesidade.
  • Estilo de vida ativo, que inclui prática de exercícios.

 

Diante do temido Fast Food, da mais conhecida como comida rápida, com pouca ou nenhuma qualidade, do sedentarismo, dos vícios e dos prazeres gastronômicos destrutivos, ainda temos uma saída: A conscientização. Precisamos ter em mente que a vida é preciosa e com ela devemos ter cuidado e protege-la sempre, contra todas as “ameaças” alimentares industrializadas.

 

Adote hábitos mais saudáveis hoje e de forma urgente, não espere mais, seu corpo agradecerá!

 

 

 



< ANTERIOR
VOCÊ VAI GOSTAR
PRÓXIMA >