Flavio Federico

Quem te inspirou?

Minhas avós italianas e minha mãe.

 

Quando decidiu?

Por volta de 1992/93 quando ainda estava na faculdade de direito e vi que me dedicava mais às receitas que às leis durante meus dias.

 

Como aprendeu?

Errando! Fiz meu primeiro prato sozinho aos 6 anos de idade, na cozinha de casa quando meus pais saíram. Eu era guloso e queria sempre comer algo, então resolvi cozinhar. Como sempre gostei mais de açúcar, resolvi ir para a confeitaria. Aprendi fazendo com minhas avós, minha mãe e depois em livros velhos de receitas, pois não havia internet e nem amazon. Comecei a trabalhar, e só em 1999 que fui estudar fora do Brasil, pois aqui não haviam cursos de confeitaria.

 

Como define a sua cozinha?

Minha confeitaria é rústica e simples. Não gosto de bolos azuis e cheios de coisa. Gosto do que é chamativo para abocanhar sem pensar duas vezes. Nessas horas a máxima de que "menos é mais” faz todo o sentido. Trabalho com ingredientes brasileiros desde que comecei na carreira, mas também utilizo os outros por conta das receitas Europeias que vieram das minhas avós e cursos. Faço coisas “chics”, pois tenho que ensinar e passar conhecimento, mas gosto mesmo do simples.

 

Quem é você fora da cozinha?

Sou um apaixonado pela vida, pela música, pela natureza. Tento evoluir para ser melhor a cada dia como ser humano e fazer a minha parte no mundo, sem escolher a quem ajudar.

 

Sabor da Infância?

Struffoli Napoletano

 

É um sucesso por quê?

Não me considero um sucesso como todo mundo enxerga. Sucesso não é ser famoso, inclusive porque não sou. Possa andar na rua sem ser parado para dar autógrafos, graças a DEUS. Se tivesse que fazer morreria, pois sou tímido demais para isso. Mas se sucesso é o que sinto por dentro, sou um sucesso "Por ser feliz fazendo o que faço na minha vida"

      

Um prato?

Farofa com manteiga e ovo.

 

Comer ou preparar?

Sempre comer!

 

O que comeu e não esqueceu?

Não tenho nada que seja único na minha vida. Sempre que como eu não esqueço, pois, ter comida no prato já é algo para se lembrar todos os dias e agradecer.

 





POSTS