Mateus Matana

 

Quem te inspirou?

A primeira pessoa foi Fabrice Le Nud

 

Quando decidiu?

Em 2006, ao conhecer a pâtisserie do Fabrice.

 

Como aprendeu?

Com a vida, a família, em empregos, cursos de aperfeiçoamento e na faculdade.

 

Como define a sua cozinha?

Criativa.

 

Quem é você fora da cozinha?

Um adorador da vida.

 

Sabor da Infância?

Limão e merengue

 

É um sucesso por quê?

Porque além de tudo sou um grande apreciados de doces e pães.

 

Um prato?

Cozinha Quente: Um prato que servimos aqui no restaurante, uma massa fresca com filet e cogumelos no creme de leite / Padaria: O nosso Brioche / Confeitaria: Um verdadeiro Saint Honoré

 

Comer ou preparar?

Gosto tanto dos dois que não consigo decidir.

 

O que comeu e não esqueceu?

São doces os pratos que mais ficam na minha memória. Um Saint Honoré, uma tarte Tatin… Tem vários.